terça-feira, 19 de junho de 2012

Nono dia da Novena de São Luiz Gonzaga - de 12 a 20 de junho -


Devoção de São Luiz para com a Santíssima Virgem

Considera qual seria a devoção de São Luiz para com a Virgem Santíssima, ao reconhecer a especialíssima predileção com que esta Senhora o favorecera desde o primeiro instante da sua vida. Se tão intenso e abrasado foi o amor do nosso Santo para com o Filho Unigênito de Deus, como poderia deixar de ter extremoso amor à sua Mãe Santíssima? Logo na meninice, achando-se em Florença, consagrou-lhe com perpétuo voto o cândido lírio da sua virginal pureza. Eram tão enternecidos os colóquios que tinha com a Senhora, e tais os afetos de seu coração, que em quantos o ouviam infundia respeito e piedade. Em todas as ocasiões a venerava com profundíssima reverência e jejuava em honra sua todos os Sábados, as mais das vezes a pão e água.
Todos os dias recitava de joelhos o seu ofício, e subindo pelas escadas do palácio, em cada degrau a saudava com uma Ave Maria. Não podia ouvir falar da Mãe de Deus, ou meditar em suas excelências, sem que o coração se lhe enchesse de alegria; como a advogada e prudentíssima conselheira, consultava-a em todas as suas dúvidas, obséquio que a mesma Senhora remunerou, dignando-se de manifestar ao nosso Santo, em voz clara e inteligível, ser vontade sua que ele entrasse na Companhia de Jesus.
“Sejamos devotos de uma tão terna e carinhosa Mãe, dizia Luiz repetidas vezes e com espírito inflamado: porque a sua intercessão é muito poderosa, e de suma utilidade para as almas.” Estes eram os sentimentos de São Luiz, estes os transportes de amor e devoção, com que a sua alma inocente procurava ser grata a bem-feitora tão insigne. Não ignorava que Maria é refúgio dos perseguidos; muito bem sabia que Maria é saúde dos enfermos, esperança e conforto dos pecadores. Mas, quão longe estamos nós de imitar este amor e piedade de São Luiz! Que estéril não é a nossa devoção, se olharmos para a nossa tibieza e frouxidão! Queremos que Maria nos proteja, e seja a nossa Medianeira perante Deus, e não cuidamos seriamente em conciliar o seu amor por uma sólida piedade e pela reforma da nossa vida.

Colóquio

Ó meu incomparável Santo, e digníssimo Protetor, por aquele entranhável amor que tivestes à Santíssima Virgem Maria, Mãe de Deus, peço-vos queirais alcançar-me o dom de uma verdadeira devoção a tão amável Senhora. Já desde agora a elejo por minha luz e amparo na escura noite em que me considero por meus pecados. Fazei, ó meu São Luiz, que esta carinhosa Mãe e Senhora, me receba por seu filho e escravo, pois eu me proponho, com a graça de meu Deus, regular de tal modo a minha vida, que me torne grato aos seus olhos. Eu quero reverenciá-la com amor de filhos, respeitá-la como servo, e valer-me em todas as minhas dificuldades dos seus santíssimos conselhos. Vós, que tanto vos abrasastes em seu amor, dignai-vos de oferecer-lhe estas minhas sinceras resoluções, e espero, por vossa intercessão, alcançar do meu Senhor Jesus Cristo o favorável despacho das minhas súplicas para louvor sempiterno do meu Deus, glória de minha Senhora, Maria Santíssima, honra do vosso nome e salvação da minha alma. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Salve Maria!

Atenção, não serão aceitos comentários em caps lock e em anônimo sem identificação.

Obrigada pela visita e comentário :)