sábado, 26 de novembro de 2011

Para imitar Maria Santíssima...

...rezemos 7 dias.

·        Quinto dia

Castidade de Maria



Deus nos deu, em Maria, o modelo perfeito da transparência em relação ao amor de Deus. Maria consagrou-se inteiramente a Deus, abrindo o caminho para muitas outras jovens. No entanto, o chamado evangélico à castidade dirige-se a todos os cristãos, seja qual for seu estado civil. Trata-se de um apelo a não usar o próximo apenas para seu
próprio prazer. A castidade é um modo livre de viver, respeitando o outro como o outro, lutando contra o que, em nós, sonha sempre com uma fusão, com uma transgressão dos limites que constituem a nossa humanidade.

Santa Catarina Labouré, toda a sua vida foi dedicada a servir aos pobres com o maior respeito, comunicando a eles o amor de Deus por eles. Rogai por mim nos momentos difíceis.

Ó Maria, Virgem Imaculada, Mãe de Deus e nossa Mãe, que o vosso nome, pronunciado com confiança, seja o meu recurso quando eu tiver que renunciar às paixões do espírito e da carne, para deixar Deus passar. E lembrai-vos de... (minha intenção particular)…

Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai...
Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós!

Fonte: Folheto da Chapelle Notre Dame de La Medaille Miraculeuse
Em Jesus e Maria,
Débora Cristina.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Salve Maria!

Atenção, não serão aceitos comentários em caps lock e em anônimo sem identificação.

Obrigada pela visita e comentário :)